Luis Maluf

A INSUSTENTÁVEL LEVEZA – VERMELHO STEAM

GGPKG Preview ImageGGPKG Preview Image

A Insustentável Leveza

Vermelho Steam convida o espectador a atravessar um portal de transformação e sonhos a partir do momento que se entra na exposição. A idéia é embarcar numa viagem que dá acesso à uma cena “punk vitoriana futurista”. Um estado de suspensão é criado por Vermelho diante daquele que observa e interage com a obra. Passado, presente e futuro coexistem.

Engrenagens, relógios, chaves, retalhos, tecidos, molduras antigas são algumas das coisas colecionadas pelo artista ao longo do tempo, e estas compõe o universo mágico de Vermelho. A sobreposição destes materiais carregados de memória traz a tona a questão da passagem do tempo e sua importância.

A busca pela transparência e contato com os cosmos trouxeram à tona personagens capazes de despertar um universo abundante e infinito diante do espectador. Vermelho cria personagens que possuem forte influencia do Steampunk, da Era Vitoriana, tanto inglesa quanto francesa, do teatro de fantoches da Europa oriental e do expressionismo alemão. E através destes seres mágicos que emanam vida e energia passa uma mensagem de que aqui o bem e o mal convivem em harmonia. A dualidade do ser é exaltada de forma essencial e positiva.

“A insustentável leveza” nos faz refletir sobre a leveza do ser e contemplar o infinito que existe dentro de cada um. Como desafiamos a gravidade constantemente? Como conseguimos manter a leveza? E por quanto tempo?  Vermelho abre um portal através da arte para que o espectador abra infinitas possibilidades dentro de si e consequentemente para o mundo.

Curadoria GoART – Camila Yunes Guarita e Fernanda Moraes