Luis Maluf

Cranio

O artista da zona norte de São Paulo, tem toda a influência e urbanidade da metrópole arraigada em seus trabalhos. Foi no ano de 1998 que o artista começou a sua trajetória no universo da arte por meio do grafite, onde nasceu sua personagem mais icônica: o índio azul. Através dela, Cranio aborda assuntos e temáticas das mais variadas vertentes como: tecnologia, sociedade de consumo, política, questões sociológicas e antropológicas, em metáforas críticas e bem-humoradas acerca da atual condição e vivência humana.

Com uma identidade visual muito marcante e bem definida, o artista se referencia em desenhos animados e no Surrealismo como princípios de sua pesquisa artística, poética e imagética, que sugere ao público, uma leitura ampla e aberta, mas que aponta para reflexões sérias e pensamentos bem fundamentados.