"MAYDAY! – CRANIO"

Socorro!

É o que grita a planta, o bicho, a água, o planeta…

Enquanto o homem continua na saga predatória, consumista, inconseqüente e exarcebada de suas atividades industriais como fonte de negócios e lucros.

O assunto do artista Cranio na mostra: “MAYDAY!”, além de estar em paralelo com sua principal produção imagética nos espaços públicos de grandes cidades pelo mundo, sugere uma discussão sociopolítica, cultural, antropológica e existencial humana.

O simbolismo nas suas figurações, ainda que se apresentem como primitivas retratam situações cotidianas de existência contemporânea contida na sua própria obsolescência, afundada em seus resíduos, refém do próprio processo, embalada por papel moeda e disponível aos dispositivos.

O índio de cor azul, como identidade visual principal do artista, nessa mostra, sob o ponto de vista subjetivo, realiza uma colonização inversa e antagônica em relação à colonização histórica, ele invade o espaço urbano e com todo o poder de sua sabedoria ancestral, aponta, não catequiza, sugere, não determina e ao contrário do colonizador tradicional, não oprime, liberta…

(Francisco Rosa)

CATÁLOGO

+ infos e obras que foram expostas

em breve

- FOTOS -

Start typing and press Enter to search