"SONATA – MARCOS AMARO"

SONATA

Sonata é um termo que deriva do idioma italiano, embora as suas origens mais remotas estejam no latim sonāre. No caso da forma sonata, os tons expostos no início contrastam no desenvolvimento da obra e finalmente se resolvem, tanto temática como harmonicamente. Assim se apresenta o trabalho do artista Marcos Amaro, como numa metáfora intertextual.

Tal qual na música, é possível identificar, no trabalho de Marcos Amaro, cada peça dentro do conjunto e a articulação dos materiais resulta em um objeto único, que se tratado como pintura/construção, dificulta o estabelecimento entre as fronteiras. A ressignificação do objeto, as justaposições, sobreposições, os deslocamentos e o não imediatismo da imagem fazem com que o objeto seja despido de seu uso convencional e transformado em arte, pois se destina agora, a propor novas interpretações e fluxos de pensamento.

Nota por nota, a composição se estabelece, numa espécie de “estética da acumulação”, e cria percursos visuais, ritmos e tons. Se do ponto de vista formal o trabalho pareça dissonante, na fruição mais profunda é notório um apuro e uma poética uníssona.

(Francisco Rosa)

- Passeio Virtual da Exposição SONATA -

This content requires HTML5/CSS3, WebGL, or Adobe Flash Player Version 9 or higher.

CATÁLOGO

+ infos e obras que foram expostas

em breve

- FOTOS -

Start typing and press Enter to search

AAA_1806amplitude1