Retorno à terra

YOHANNAH DE OLIVEIRA

RETORNO À TERRA

26 de Ago – 20 de Set 2021
Rua Peixoto Gomide, 1887, Jardins, – SP

Em suas pesquisas artísticas, despertam interesse a Yohannah de Oliveira os processos de resgate internos que nos levam a expandir nossa capacidade de conexão com o nosso eu mais profundo. Em um mundo cercado pelas incertezas, ela nos guia por um processo ritualístico e meditativo através de sua pintura abstrata. Ao optar por uma cartela de cores suave, observamos um desejo inerente da artista em nos teletransportar para um lugar oposto ao ritmo caótico dos grandes centros urbanos.

Dessa forma, a artista nos guia por composições pictóricas que remetem a panoramas geográficos e formações naturais, recorrendo a materialidade que reafirmam essa conexão com o ancestral como: tecidos com trama natural e pigmentos de origem natural. Apesar da proeminência inegável de sua pintura, as discussões propostas por Yohannah ultrapassam, e muito, as questões do suporte. Não obstante algumas de suas pinturas podem ser consideradas objetos tridimensionais, ao trabalhar o conceito de camadas muito importante em suas obras, por outra perspectiva, não somente a da pintura, mas a partir da própria materialidade do tecido.

Para isso, Yohannah busca recriar paisagens internas, reformulando assim lugares de acolhimento e pertencimento. Nascida no Rio Grande do Norte, a artista integra em sua produção elementos que retomam o olhar para um lugar de origem e para processos que são próprios da natureza humana. Nesse sentido, Retorno à Terra nos traz diversas camadas conceituais propostas pela artista para esta exposição. Terra como ancestralidade e a necessidade de uma reconexão com a natureza. Terra enquanto materialidade para criação de pigmentos naturais presentes em parte das pinturas aqui expostas. Terra como fertilidade, nascimento, à vida e à morte, começo e fim.

 

Carollina Lauriano

Curadora

SOBRE A ARTISTA

Yohannah de Oliveira (1993), nasceu na cidade de Mossoró, RN

Yohannah vive e trabalha em São Paulo. Cursou arquitetura e urbanismo na Universidade Presbiteriana Mackenzie e Politécnica de Madrid, com breve experiência em arquitetura e em escritórios que questionavam a construção da sociedade e cidades em São Paulo e Barcelona. Após um período de três meses de trabalho voluntário e imersão na University for the Nations em Kona – HI, decidiu dedicar-se integralmente à sua produção de arte.

Sua pesquisa parte da junção de materiais como concreto, cristais, tecidos de trama natural, tinta acrílica e pigmentos naturais, resultando em estruturas bidimensionais e tridimensionais abstratas. Suas obras remetem em sua essência a formações naturais e panoramas geográficos. Busca em seus processos uma conexão com o inconsciente coletivo e uma nova construção do Divino em processos de produção ritualísticos e meditativos.

Seus trabalhos e instalações foram expostas na programação da São Paulo Design Week e em exposições solo como a “Pensamentos Líquidos (Galeria -1) ” e “Forma da Vida (Galeria Canvas)”.