BIOGRAFIA

BAIXAR CV

Fabio de Oliveira Parnaiba, o Crânio, nasceu em 1982 na cidade de São Paulo.

Crescendo na Zona Norte, aos 16 começou suas primeiras intervenções na cidade, sendo influenciado pela dinâmica urbana e os movimentos de rua da região. Autodidata na técnica em spray, o artista criou um estilo irreverente e muito particular que pode ser lido tanto como homenagens festivas quanto denúncias pertinentes e ácidas.

Crânio é adepto ao free-style, permitindo que a inspiração e o momento guiem a concepção do trabalho. Uma das suas “marcas registradas” é o índio azul extremamente presente em suas obras. Eles possuem inúmeras formas e vestimentas, como se fossem indivíduos de uma espécie criada pelo próprio artista, nascendo da intenção de criar um personagem que se relacionasse diretamente à imagem do Brasil. Seu Universo vibrante é urbano e selvagem ao mesmo tempo, construído a partir de uma variedade de inspirações que passam pelo Surrealismo de Salvador Dalí, por referências pop, por cartoons e por animações.

Com trabalhos expostos ao redor do mundo, suas obras são certeiras ao construir narrativas que mesclam sentimentos e reações dos espectadores. Temáticas de cunho social são um ponto-chave que direciona suas criações e as problemáticas brasileiras são protagonistas, sejam relativas à política, consumo, poluição ou meio ambiente, gerando uma fusão entre fruição estética e reflexão crítica.